PROCON Sorocaba orienta sobre alta nos preços dos produtos

Data: 
05/25/2018 - 07:30

O PROCON de Sorocaba, orgão ligado à Secretaria de Assuntos Jurídicos e Patrimoniais (SAJ) da Prefeitura de Sorocaba, está orientando o consumidor sorocabano sobre eventuais altas nos preços de gêneros alimentícios e outros produtos por conta da paralisação dos caminhoneiros.

O superintendente da unidade, Laerte Molleta, explica que pela proximidade entre Sorocaba e os grandes centros, como São Paulo, por exemplo, a alta nos preços chega muito mais rápido. “Esse é um problema que não vai afetar apenas o sorocabano, mas todas as cidades da região”, comenta.
Laerte fala ainda sobre a possibilidade de alguns alimentos sumirem das prateleiras. De acordo com ele, “a pouca entrega de alimentos irá gerar uma oferta muito menor, os estabelecimentos já devem ficar atentos para não elevar os preços, pois isso se caracteriza como uma prática abusiva”, orienta o superintendente.

De acordo com superintendente do PROCON, o aumento abusivo de preços é passível de multa de acordo com o Código de Defesa do Consumidor (CDC) previsto na Lei 8.078/90.

Nesses casos, Laerte Molleta ressalta que é importante a colaboração do cidadão em denunciar a prática. “Se a pessoa verificar que em um determinado produto teve um aumento abusivo ele deve formalizar a denúncia ao Procon e nós vamos fazer a checagem dessa informação”, completa.
O PROCON atende nas Casas do Cidadão e em sua sede que está localizada na avenida Antonio Carlos Comitre, 330, Pq. Campolim.

Créditos: 
Prefeitura de Sorocaba